Acolá apresenta: Anaïs Sylla

Acolá apresenta: Anaïs Sylla


Anaïs Sylla
é uma cantora e compositora francesa radicada em São Paulo e seu primeiro EP homônimo foi lançado em 2018.
Neta de senegaleses e suíços, a artista fez da ancestralidade e da trajetória pessoal a essência de sua identidade musical.


Convidamos Anaïs para posar (e cantar!) na campanha de preview da Coleção Klee e conversamos um pouco sobre sua recente carreira de cantora, a mudança para o Brasil, suas inspirações e experiências.




making of preview coleção klee 


Qual a sua história na música?

Eu e minhas irmãs estudamos música formalmente quando mais novas, estimuladas por minha mãe. Escolhi estudar flauta transversal nas aulas que tínhamos após a escola, mas nunca fui uma aluna super disciplinada e focada em fazer a mesma coisa por muito tempo, então acabei parando.
De toda forma, continuei cantando e a partir dos 18, 19 anos, comecei a compor letras a partir de minhas experiências de vida.

Vim morar no Brasil para fazer um mestrado sobre a história da escravidão e a miscigenação na Universidade de São Paulo, e comecei a conhecer mais a música brasileira e a ouvir coisas que não tinha acesso quando morava na França, ao mesmo tempo que continuei mergulhando em referências caribenhas e africanas.

Retornei a Paris em 2014, e em 2015 voltei mais uma vez ao Brasil para fazer o doutorado, mas acabei largando porque me dei conta que não queria continuar na academia, não me reconhecia mais ali. E a relação com a música acabou se estreitando nas experiências cotidianas e na rede de amigos que fiz. Voltei então às letras que já vinha escrevendo, e lancei meu primeiro EP em 2018, produzido pelo músico e produtor Tó Brandileone, só com músicas autorais em francês.


Como foi a experiência da música na sua família?
Não tivemos músicos na família, mas a experiência musical foi sempre muito presente. Minha mãe e minha avó eram muito musicais e eu herdei todos os seus discos. Como minha mãe não pode estudar música, ela sempre nos estimulou e disse que deveríamos aproveitar a oportunidade.
Minha irmã mais velha também é cantora, e hoje trabalha principalmente produzindo trilhas sonoras. E minha irmã do meio também canta, mas não profissionalmente.


Do que falam suas músicas?
Falam principalmente da experiências biográficas, de uma consciência de ser mulher no mundo com todas as implicações que isso traz.

Quais são suas principais influências?
Sempre me interessei muito pela música francesa crioula, que está conectada com as minhas raízes, e de forma mais geral, por sonoridades diversas da música de herança negra do Caribe. Mais atualmente, a pluralidade dos ritmos da música brasileira tem grande influência no que venho produzindo.
Gosto muito de Boubacar Traoré, músico do Mali, que inclusive fiz uma releitura de uma música, e da Orchestra Baobab, do Senegal. Também escuto muito Toto Bissainthe, Sade, Bjork, Caetano e Milton Nascimento.
A experiência mística-religiosa, espiritualista e sincrética, ligada a música, também me inspira.




regata lilo | saia eva | blusa prosa 


Existiu uma conexão entre seu interesse em música e sua pesquisa na academia?
Minha descoberta da música crioula, e das diversas musicalidades africanas começou pelas músicas que minha mãe escutava em casa, o que me motivou a pesquisar e a conhecer mais.
A questão da escravidão me interessou já no começo da faculdade de história, sempre muito ligada a música, inicialmente a história do Blues. No mestrado dei continuidade e no doutorado fui mais a fundo nas musicalidades do Caribe e do Brasil.



making of preview coleção klee

 
Seu primeiro EP foi lançado em 2018. Quais são os próximos planos?
Em Abril lanço meu primeiro clipe, da música Bouche à bouche, que está no EP, e enquanto isso me preparo para gravar meu primeiro disco ainda em 2019, que também será produzido pelo Tó Brandileone. Ainda em Abril, participo do show da banda Yaniel Matos Trio, na Casa de Francisca, em São Paulo.
 
ESCUTE AQUI O EP DE ANAÏS SYLLA

> NO DIA 28/04, A CANTORA APRESENTARÁ UM POCKET SHOW NO LANÇAMENTO DA COLEÇÃO KLEE - GESTO PRIMITIVO, EM NOSSA LOJA EM PINHEIROS.

PARA ACOMPANHAR AS NOVIDADES, CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER. 




Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.