Manifesto

 

Aqui, ali. Estar em todo canto e ser uma com todos.
O que é distante e se pode almejar. Ter a visão de onde quer chegar.
Ir além. De padrões engessados, do que é pré-moldado, do que já foi inventado.
Adiante. Tempo distante. Futuro e passado costurados.
Para salvar a vida que não sabemos como será.
Resgatar a ancestralidade, conectar com o que nos conecta.
A história revela o destino.
Para dentro. Cuidar, acolher, escutar, criar.
Para fora. Resistir, insistir, inventar, surpreender.
Ar. Arte. Reescrever os capítulos da nossa história a partir de novos pontos de vista.
Um livro aberto é como um mundo de possibilidades.
Um conto e a conta. A mulher e a mochila. A desbravadora.
Em cada objeto, uma memória de sua história.
O vento sopra sua poesia: ser, estar, amar.
Bem-viver dias mais calmos, sem relógio de pulso.
Sol na pele, Lua nos cabelos.
Banho lento, roupa macia. Me sinto e sou Acolá.